5 de jan de 2014

Uma Jornada de Fé!



Minha história na ADVEC começou quando conheci meu marido, Pr. Odilton que me conheceu em um Congresso em minha antiga igreja meses antes do meu casamento tínhamos que escolher em qual igreja ficaríamos depois de casarmos e chegamos ao consenso de ficarmos na Assembléia de Deus da Penha. Uma igreja que já conhecia e que sempre visitava quando tinha oportunidade. A igreja da Penha sempre foi uma referência tanto na área da palavra quanto na área da música pra mim, cheguei inclusive a participar de ensaios do coral Renascer, naquela época conhecido em várias partes do Brasil, regido pelo maestro Zênio de Alencar. A música sempre foi algo que me atraiu e me senti a vontade para estar servindo a Deus onde me sentiria bem e meu futuro marido também, nessa época ele já era diácono e tivemos nosso primeiro desafio ainda noivos quando nosso saudoso pastor José Santos deu a missão ao meu noivo de dirigir sua primeira congregação, eu tinha apenas dezoito anos nessa época mas já entendia o chamado de Deus tanto na minha vida quanto na vida dele. Era um tempo de decisões e desafios mas sabíamos que Deus estava nos preparando para viver o que Ele queria e estava totalmente disposta a vivê-las. E foi assim quando ele foi tomar posse da filial da Av. Meriti, uma das menores igrejas naquela época era uma alegria poder servir a Deus naquela pequena igreja. Logo em seguida o Pastor o levou para dirigir a filial do Sereno, lá ficamos por um tempo maior, se não me engano por três meses e eu descobri que além de cantora que já era algo que praticamente nasceu dentro de mim, descobri que tinha total certeza de que amava ser esposa de um futuro pastor, até porque nas minhas orações pedia a Deus um marido que tivesse um ministério que completasse o meu e eu o dele e tudo se encaixava da melhor forma, Deus estava me mostrando o que queria na minha vida e na vida do meu futuro marido. Lá rapidamente me envolvi com os adolescentes e jovens e criamos um grupo lindo que nesse pouco tempo de convivência me fez chorar ao deixá-los e o que mais me emociona é saber que alguns deles estão trabalhando e frutificando dentro da nossa igreja. Em seguida fomos transferidos mais uma vez, dessa vez para a filial da rua cem na Vila Cruzeiro, em todo esse período estávamos noivos, porém a responsabilidade de estar junto ao Odilton naqueles momentos era algo que me fazia crescer, pois o contato com cada uma daquelas filiais era como uma escola pra mim, a nível de relacionamentos, histórias que ouvi e presenciei me fizeram aprender e muito. De lá chegamos a nossa filial da Rua Aymoré, nessa estávamos recém casados, nos casamos em dezembro de mil novecentos e noventa e seis, e em maio de noventa e sete o Odilton foi consagrado a Pastor, e foi nessa filial (Shalom) em que ficamos por onze anos da nossa vida, confesso que por ficarmos mais tempo nessa filial e ficar grávida da minha primeira filha Isabella ver crianças se tornarem adolescentes e jovens, ficar grávida de minha segunda filha Manuella, fazermos celebrações de Natal onde fazíamos grandes festas de comunhão entre todos os membros daquela filial, o lançamento do meu primeiro CD solo, onde podia compartilhar com meus irmãos meu repertório ainda inédito, e a cada CD lançado sentir de muito perto a intercessão por cada trabalho e desafio, fez com que meu vínculo com aquela filial ficasse marcado em minha mente até hoje. Mas sempre tendo a consciência de que no tempo que Deus quisesse Ele nos levaria para um outro lugar, porém a cada história com aquele povo fez com aprendêssemos muito. Hoje nos emocionamos em ver que alguns pastores da nossa ADVEC passaram por aquela congregação é um presente de Deus saber que aquele tempo serviu de escola para todos nós. O que é mais interessante é que quando era pequena e via minha mãe sair pra cantar em algumas igrejas, por te sido criada em igreja grande, muitas vezes não queria ir com ela pra cantar como ela gostava que eu fosse, pois queria ficar com meus amigos na sede, e depois de algum tempo lá estava eu servindo a Deus ao lado do meu marido em uma pequena congregação e completamente apaixonada pelo que fazia. São coisas que Deus nós ensina a amar se tivermos o nosso coração na obra não importa a localização e sim o que Ele quer te ensinar através de cada experiência. Guardo no meu coração cada palavra profética que foi ministrada ao meu coração naquela pequena congregação de pouco mais de duzentas pessoas que hoje estamos vivendo. Mas tudo na nossa vida tem um tempo e chegou o tempo de nos despedir daquele povo tão amado para começarmos um novo desafio, eu digo começarmos, porque considero meus os desafios do meu marido, assim como os meus são dele. No MÉIER só tínhamos o local e não tínhamos a menor idéia do que nos esperava naquele lugar, mas o desejo do meu marido de viver um novo desafio era algo que estava cada vez mais forte. E o tempo do desafio chegou, a igreja inaugurou e o Senhor o capacitou para cuidar daquela filial por dois anos. Como cada lugar tem as suas características vivemos novo desafios porém o Senhor em todo o tempo esteve cuidando da nossa família e colocou ao nosso lado uma equipe que não nos deixava sozinhos. O trabalho em equipe pode ser um dos fatores que te fará chegar a lugares mais distantes. Nesta filial ficamos por pouco tempo, mas me recordo de alguns momentos especiais, um deles foi a gravação do meu primeiro CD ao vivo, EU TENHO A PROMESSA, um CD que marcou a minha vida ministerial até hoje. No ano de dois mil e dez ao assumir a presidência da igreja, nosso pastor, Silas Malafaia convocou o Pr. Odilton para estar ocupando a vice presidência da igreja. E hoje estamos servindo a Deus na sede junto com nossa família, com muita alegria, e Deus tem nos feito aprender a cada dia com este homem de Deus e sua família. Para nós é um presente de Deus poder servir a Deus numa igreja onde somos abençoados por uma voz profética desta nação e crendo que o Senhor tem colocado também nas nossas mãos, membros da ADVEC, a missão de fazer a diferença levando esta palavra profética chegar ao coração daqueles que precisam ouvir através do nosso testemunho e fé.
E por falar em fé este realmente foi o ano do crescimento para minha vida. Logo no início do ano, mais precisamente no mês de abril fui diagnosticada com uma doença auto imune chamada Lúpus essa doença atacou os meus rins e estava causando uma reviravolta no meu corpo, é uma doença grave e que para os médicos não tem cura. Ao receber essa notícia fiquei muito abalada como qualquer ser humano que está aparentemente bem e recebe uma notícia dessas. A médica chamou a mim e meu marido para nos dar os resultados de alguns exames que havia solicitado e foi firme ao dizer que o tratamento seria algo forte e automaticamente eu teria que parar de trabalhar, alertou sobre os efeitos dos remédios e disse para meu marido que não seria uma tarefa fácil, me proibiu de receber até visitas na minha casa, ou seja, o deserto estava lá para ser vivido, caberia a mim passar pelo deserto adorando ou murmurando e questionando a Deus o motivo dele me permitir passar por tudo aquilo. Comecei o tratamento e não foi nada fácil, de início comecei tomando aproximadamente dezessete cápsulas de remédios e vitaminas ao dia, minha pressão estava bastante alta, colesterol também, estava com anemia, enfim tudo estava contribuindo para que minha situação só piorasse. Mas Deus estava cuidando de mim, pois enquanto muitos pacientes demoram a receber um diagnóstico correto sobre essa doença e muitas vezes até morrem porque recebem um tratamento errado e que não funciona, eu pude descobrir dentro de quarenta dias, Deus já estava agindo na minha vida. Preferi tomar os remédios sem ler a bula num primeiro momento, não queria ser influenciada por aquilo que estava escrito naquele papel e comecei a tomar os medicamentos, cheguei a pesar mais de noventa quilos, mas preferia naquele momento não focar no momento apenas que estava vivendo e sim no que Deus estava me ensinando a vivenciar no meu a sós com meu Deus, nesse tempo que estive trancada dentro de casa sem pode sair para lugar nenhum o Senhor derramava um bálsamo sobre minha vida e em nenhum momento deixei de acreditar que Ele estava comigo e que a sua vontade era soberana sobre a minha vida. Ainda estou em tratamento mas creio que Deus completará essa obra no tempo que Ele determinar, pois as coisas não acontecem simplesmente na hora e nem muito menos da forma que queremos. Eu sei de uma coisa Deus tem cuidado tanto de mim que em menos de cinco meses de tratamento a médica me liberou para voltar a trabalhar e pude viajar nesse período para todas as regiões do Brasil e a cada lugar que vou eu testemunho que é possível adorar até passando no meio do deserto, enquanto a cura total não vem eu escolhi adorar a Deus e ser útil para o seu reino. Tinha duas escolhas continuar fazendo o que amo que é cantar e ser canal de benção na vida das pessoas ou ficar na minha casa deixando que a depressão tomasse conta de mim, algumas vezes a tristeza tentou me alcançar mas fui fortalecida pela sua
palavra e pelo apoio de pessoas que crêem e intercedem pela minha vida. Hoje estou aqui para contar pra você que o nosso Deus é soberano e sabe como fazer cada um de nós crescer. Para cada nível de autoridade um nível de experiência e dentro disso tudo eu não perderei a minha ESPERANÇA em Deus de nós crescer. Para cada nível de autoridade um nível de experiência e dentro disso tudo eu não perderei a minha ESPERANÇA em Deus.

ESPERANÇA EM DEUS.

Matéria exclusiva na revista Aliança sobre a história de Jozyanne na igreja ADVEC .





--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Este post foi escrito por Jozyanne que já escreveu 27 post no Blog

Jozyanne ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Dia: 05/01/2014

3 comentários:

Jozy, que Deus continue derramando sobre ti muitas bençãos!!!! Que vc continue abençoando muitas vidas com seus lindos louvores!!! És uma escolhida do Senhor!!! Beijos!!!!!!!!!!! #JuntoSempreEmOraçãoPelaJozy#

Muito forte sou testemunho Jozy! Amo seu ministério, e sei que está tudo na direção do PAI não desista dos seus sonhos coloca sua ESPERANÇA EM DEUS como sempre tem feito e descanse que você verá o que fará na sua vida, no seu ministério, na sua família e na sua caminhada! VOCÊ é uma adoradora dELE ! Nós te amamos muito um grande abraço bem forte ! (: Ansioso por seu novo CD !

Postar um comentário

Deixe seu comentário... Um Beijo com carinho da Jozy.